GAEXPO

 

 Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018 - Boas Compras, aproveite nossas promoções!   
  HomeInformativosTransporte Frigorífico

 

Transporte Frigorífico, Alimentos Congelados e a Cadeia do Frio

Por Douglas Pesavento

 

O termo Cadeia do Frio (Cold Chain) ou Rede do Frio define um processo com papel crucial na garantia da qualidade e segurança de alimentos e fármacos. Pode ser definida como a série de operações interdependentes de produção, armazenagem, conservação, manipulação, distribuição e transporte de produtos termolábeis (sensíveis a condições de temperatura), segundo o Manual de Rede de Frio do Ministério da Saúde. Envolve diretamente o transporte frigorífico e cuidados específicos com a temperatura dos produtos.

Para melhor ilustrar do que se trata, vamos utilizar o exemplo de um produto alimentíceo que faz parte do nosso cotidiano: a pizza congelada.

A produção da pizza congelada precisa atender a uma série de critérios sanitários. Como são utilizados produtos tais como queijo, carnes e molhos, além da própria massa, estes precisam ser mantidos a temperaturas controladas. Veja bem: uma vez produzida, a pizza deve ser mantida na temperatura de -18°C, até o repasse para os distribuidores. Neste meio tempo, a utilização de câmaras frias, sistemas de refrigeração e principalmente o monitoramento e registro destas temperaturas são necessários e obrigatórios para manutenção das características e qualidade do produto. O próximo elo ou etapa da cadeia após a produção é a distribuição.

Esta pizza é transportada comumente através de caminhões frigorificados, que possuem uma grande caixa fechada e se deslocam até o local de produção para buscar as pizzas. Entra aí um dos principais gargalos para a garantia da qualidade na Cadeia do Frio: o transporte.

A garantia na qualidade e manutenção da temperatura em transporte hoje é uma das grandes dificuldades, visto que os métodos disponíveis para realizar este controle são restritos .  Este caminhão de transporte frigorífico deve manter a temperatura em

-18°C desde a busca da pizza até a entrega direta ao estabelecimento comercial que irá vendê-la ou até a entrega no Centro de Distribuição (CD). Se for entregue ao centro de distribuição, este deverá manter o produto devidamente acondicionado em câmaras frias para manter a temperatura exigida. Posteriormente, para chegar até o estabelecimento comercial, normalmente um supermercado, o produto deverá passar ainda por mais uma etapa de transporte, que também precisa ter temperatura controlada.

Uma vez entregue aos mercados pelo transporte frigorífico, chegamos ao último elo desta cadeia: os estabelecimentos comerciais, onde o consumidor poderá adquirir estes produtos. Neste caso, a pizza ao ser entregue no ponto de venda deverá permanecer armazenada em câmaras frias e posteriormente disponibilizada nas gôndolas para o consumidor final. Deve-se também manter a temperatura de -18°C nestes casos. Desrespeitadas estas medidas, tempo de vida da pizza pode ser reduzido à 1/4, sem a temperatura adequada. Por isso muitas vezes encontramos alguns produtos estragados mesmo dentro do prazo de validade definida pelo fabricante.

 

E durante o transporte, atualmente há solução que melhora ainda mais a qualidade do produto que requer estas temperaturas: os contentores e roltainers isotérmicos.

Mantém a temperatura como a câmara fria, e por serem menores, evitam abre e fecha de portas fazendo com que a temperatura se mantenha do começo ao fim da cadeia de frio.

 

Veja mais: Isotérmicos

 

G.A. Expo

gaexpo@gaexpo.com.br

Fone: 2305.5224

 

 


www.gaexpo.com.br © Copyright - Todos os direitos reservados


 

 

 

Elevação de carga Movimentação de carga Amarração de carga Pesagem , Armazenagem. Cabo de aço Laço de cabo de aço prensado Cordoalha  ACSR arame de solda gancho olhal,  manilha, grampo para cabo de aço, Esticador,  Soquete Spelter Aberto e Fechado, Soquete Cunha.  Anel Anel Máster.  Ganchos tipo haste Din 15401  Din 15402. Moitão, Caixa de gancho, Moitões Patesca Roldana compensatória Roda forjada Componentes para equipamentos de elevação, Cabines.  Cintas de Elevação e amarração de Poliéster Corrente Corrente calibrada Linga de corrente Grau 8. Talha elétrica talha manual, guincho Tirfor,  trole manual trole mecânico, Pórtico móvel Sistema de eletrificação tipo FESTOON, ponte rolante,  guindaste giratório monovia. Projeto de engenharia de equipamentos de elevação Células de carga Balanças eletrônicas Transpalete pesador  Dinamômetros balanças para pontes rolantes e guinchos Controle remoto, etiquetador Pallet metálico, contenedor, estrutura porta pallet, roltainer tainer car. Fita têxtil